INDICAÇÃO DE LIVROS

 

Indice de Autores

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z

 

 

A

 

Onde foi que vocês enterrraram nossos mortos?

(Aluízio Palmar)

Este livro trata de interrogar onde estariam os restos mortais de seis militantes da esquerda desaparecidos durante o regime militar. Amplamente documentado o livro acompanha todo o processo de pesquisa do autor ao longo dos anos.

Acesse o  livro na integra

Topo

 

¥ ¥ ¥

 

 

Strikes and social conflits: towards a global histrory

(António Simões do Paço; Raquel Varela; Sjaak van der Velden - Organizadores)

Livro  publicado pela International Association Strikes and Social Conflicts. Reúne textos apresentados por pesquisadores de diferentes países e com distintas perspectivas de análise em evento ocorrido em Lisboa em 2011. A temática central gira em torno da questão das Greves e dos Conflitos Sociais.

Acesse o  livro na integra

Topo

 

# # #

 

# C

 

Jornal Movimento: uma reportagem

(Carlos Azevedo)

O livro  conta a história do jornal, formado Raimundo Pereira, Tonico Ferreira, Bernardo Kucinski e apoiado por mais de 300 “membros”, num exercício de democracia em pleno regime militar. O destino do jornal era decidio em assembleias que varavam a noite, e o jornalismo de qualidade era levado por uma centena de jornalistas, estudantes, profissionais liberais, que trabalhavam por pouco, ou nada, para trazer ao público notícias raramente cobertas pela imprensa pressionada pela censura.

Em seis anos de existência, de 1975 a 1981, Movimento sofreu a censura brutal, pressões econômicas, violência e repressão do regime. Mesmo assim, capitaneou as campanhas pela anistia, pela constituinte, e fez coberturas memoráveis das torturas, das greves do ABC, dos rachas internos do regime militar, da volta dos anistiados.

Acesse o  livro na integra

Topo

 

 

¥ ¥ ¥

 

 

A face feminina da pobreza em meio à riqueza do agronegócio

(Christiane Senhorinha Soares Campos)

 

Este livro de Christiane Senhorinha Soares Campos é fruto de uma pesquisa desenvolvida no marco do programa internacional CLACSO-CROP de estudos sobre a pobreza na América Latina e Caribe, que articula uma rede acadãmica internacional e se debruça sobre a problemática da pobreza, os processos de discriminação, a desigualdade e a injustiça social. Resulta em um estudo de grande interesse teórico e políticos, na medida em que analisa o papel do agronegócio na produção da pobreza e precarização do mundo do trabalho, mostrando que estes fenômenos não são apenas diferentes entre homens e mulheres, são mais amplos, profundos e duradouros para o gênero feminino. Rico em dados estatísticos, permite uma detalhada e rigorosa descrição das dinâmicas envolvidas nestes processos, bem como, uma sólida base para outros estudos sobre este tema.

 

Acesse o  livro na integra

Topo

 

 

# # #

 

 

# E

I Jornada de Estudos sobre Ditaduras e Direitos Humanos

(Enrique Padrós; Clarissa Sommer Alves; Daniela Comim; Carolina Bauer; Ananda Fernandes - Organizadores)

Uma publicação organizada pelo Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, em parceria com o Programa de Pós Graduação em História da UFRGS, Escola do Legislativo da Assembléia Legislativa do Estado, e Associação de Amigos do APERS, a qual trata a respeito da recente produção intelectual sobre a temática Ditaduras de Segurança Nacional na América Latina e Direitos Humanos. Seu objetivo é promover a interação entre a comunidade pesquisadora e a sociedade; divulgar locais de pesquisas e seus respectivos acervos documentais; e estimular a produção de conhecimento sobre a temática, que possa ser utilizado no ensino, na pesquisa e como forma de conscientização da sociedade.

 

Acesse o  livro na integra

Topo

 

 

# # #

 

 

I

 

Empresas Transnacionais na América Latina: um debate necessário

(Instituto Rosa Luxemburgo)

Uma publicação organizada pelos Instituto Rosa Luxemburgo Stiftung, Movimento dos atingidos por barragem (MAB), Rede Social Justiça e Direitos Humanos, Campanha Justiça nos Trilhos, Instituto Políticas alternativas para o Cone Sul (PACS), Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais e Rede Brasileira de Justiça Ambiental. Discute a atuação das empresas transnacionais brasileiras na América do Sul.

 

Acesse o  livro na integra

Topo

 

¥ ¥ ¥

 

El Pensar y el Hacer en Nuestra América

(Irma Antognazzi; Adriana Rodríguez; Julián Kan; Nilda Redondo - Compiladores)

 

El presente libro está organizado en dos partes. La primera, El pensar y el hacer en América Latina, se abre con la exposición de Armando Cristóbal (Cuba) sobre el actual proceso histórico de la Revolución Cubana; Eliseo Lara Órdenes (Chile), sobre el presente de lucha en Chile; Antoncio Bracho (Venezuela), hace un repaso de la historia de Venezuela hasta la actualidad; Beatriz Stolowicz (México), desmonta hasta niveles moleculares el imperialismo en el presente de Latinoamérica; Hugo Biagini (Argentina), retoma los debates entre el liberalismo y el republicanismo y los trae al presente; Gustavo Guevara (Argentina), trae el debate historiográfico, en relación con la primera lucha Independentista en América, la Revolución de los esclavos de Haití; Guillermo Almeyra (Argentina), desarrolla los procesos constituyentes de la Nueva América Latina del siglo XXI y Carla Silva (Brasil), reflexiona sobre el papel de los medios de comunicación en su país.

 

Acesse o  livro na integra

Topo

 

 

# # #

 

 

# J

 

 

Embates Marxistas

Apontamentos sobre a pós-modernidade e a crise terminal do capitalismo

(José Claudinei Lombardi)

Nas páginas que seguem socializo a primeira parte do texto apresentado como tese de livre docência na Faculdade de Educação da Unicamp, e que teve como título Reflexões sobre educação e ensino na obra de Marx e Engels (LOMBARDI, 2010). Constitui um conjunto de reflexões pelas quais busquei entender melhor os fundamentos materiais da produção filosófica e científica e que, por sua vez, constituem base para o entendimento sobre a educação e a pedagogia, objeto particular de análise e que me levam a refletir sobre as transformações do modo capitalista de produção. Esta primeira parte, que escapou completamente do projeto de estudo, foi uma das picadas que acabei abrindo a partir da estrada principal, tendo por objetivo entender conjuntural e pontualmente algumas questões da contemporaneidade.

 

Acesse o  livro na integra

Topo

 

 

# # #

 

# V

 

O Brasil e o capital-imperialismo: teoria e história

(Virginia Fontes)

Virgínia Fontes, historiadora, professora-pesquisadora da EPSJV e da Universidade Federal Fluminense, é a autora do livro  ‘O Brasil e o capital-imperialismo. Teoria e história’, uma parceria entre a EPSJV e a Editora UFRJ. A obra, que faz parte da Coleção Pensamento Crítico, da Editora UFRJ, propõe um retorno aos clássicos para compreender o papel desempenhado pelo Brasil nas formas contemporâneas do imperialismo capitalista. Ancorada num referencial marxista,  Virgínia revisita e atualiza o trabalho de Lenin sobre imperialismo e recorre a Gramsci para entender, entre outras coisas, a sociedade civil brasileira. As condições de luta de classe no Brasil contemporâneo e o aprofundamento das relações capitalistas brasileiras, que aconteceu sobre um pano de fundo de expropriações intensificadas, também são um pano de fundo do livro.

 

Acesse o  livro na integra

Topo

 

 
audemars piguet replica

Simpósio de Pesquisa Estado e Poder

RSS

Noticiar as lutas, apoiá-las, pensar sobre elas